segunda-feira, março 13, 2006

SEM CIÊNCIA?

Opa! A temporada de blogs científicos está em alta: mais um blog científico identificado - SEMCIÊNCIA, do Dr. Osame Kinouchi. Nasceu hoje, apesar do Osame ser frequentador assíduo do blogue do jornalista Marcelo Leite, com colocações sempre muito pertinentes. Mais uma boa notícia para a divulgação de ciência na pátria amada. Bem-vindo Osame e sucesso!
Observação: engraçado que uma das principais motivações que fomenta a existência destes novos blogs - SEMCIÊNCIA E CIÊNCIA & IDÉIAS (ao menos pelo que indicam alguns dos artigos "postados" recentemente) é apresentar uma crítica a muitas das opiniões e comentários veiculados no "blogue" do próprio Dr. Marcelo Leite, auto-denominado Dr. Anti-determinismo (ou ao menos reconhecido como tal pela maioria dos visitantes do seu "blogue"). De um jeito ou de outro devemos ao jornalista a mobilização dos cientistas para divulgar ciência e popularizar opiniões e conhecimento antes restritos ao âmbito acadêmico. Querendo ou não, parte do mérito, ao menos a veia provocativa, é do Dr. Milk! A vida tem destas ironias, não é? Por isso mesmo é fascinante!
Abraços, ana claudia

10 comentários:

Osame Kinouchi disse...

Oi Ana Cláudia,

Vc acredita que cheguei no seu Blog por puro acaso? Vc comentou um post da Suzana Couto no Ciência e Idéias, fui dar uma olhada no seu perfil e dai pensei... Uma fã de Blade Runner e Gattaca não pode ser má pessoa... Cliquei no link do seu Blog e surpresa minha, você aqui comentando meu Blog!
Concordo inteiramente com você: a gente passa tanta raiva no Blog do Marcelo que dá vontade de criar outros Blogs prá contestar...
Mérito todo dele, acho que talvez ele (sem querer) esteja catalizando toda uma rede de Blogs científicos em Português...
Ok, abraços, e vou agora mesmo colocar um link na minha página para o seu aqui...

via gene disse...

Olá Osame!

Obrigada pelo comentário. E parabéns pelo seu Blog, que tenha vida longa!

O blog do Marcelo Leite é sem dúvida um dos sites onde mais se discute divulgação científica e ciência de maneira informal, com todas as polêmicas e parcialidades que fazem parte deste contexto.

Além disso, pelo fato de ser jornalista, ele está mais do que acostumado à exposição publica de seus comentários e opiniões, coisa que nós cientistas nem sempre experimentamos (não vale a exposição via "papers" no mundo acadêmico, pois aí nos viramos bem, não é?).

O espaço gerado pelo blog Ciência em Dia, via comentários, já dá voz à cientistas que não querem, não sabem ou não têm tempo de alimentar um blog próprio e ainda estimula outros a fazê-lo, contribuindo informalmente para a divulgação de idéias e argumentos científicos e, mais importante, criando uma ponte para que o público interessado saiba um pouco mais quem é o cientista, e que a diversidade é mais regra do que exceção neste meio. E viva a divergência, mas fundamentada em diferentes experiências e percepções, e não em escolas ideológicas, que aí nem é mais ciência, não é?

Abraços e obrigada pelo link (eu ainda não aprendi a fazer isso, vi que o pessoal te deu umas dicas no Ciência e Idéias... vou tentar seguí-las e quem sabe chego lá! :))

ana claudia

João Alexandrino disse...

Vocês têm razão! Penso que os blogs podem funcionar como espaços de abertos de debate. Na minha adolescência, em Portugal, esses espaços não académicos existiam em alguns "cafés" das grandes cidades, onde homens de ciência, das artes, da política, cidadãos em geral se juntavam em debate. Não vejo onde existam espaços como aqueles hoje, em Portugal, nos EUA ou aqui no Brasil, onde vivo agora. A sociedade civil precisa de reorganizar-se para o debate, no espaço eletrónico. A grande motivação ao participar da blogosfera é contribuir para a revolução do quarto poder, acabando com o monopólio da imprensa corporativa na difusão de informação. Então, sorte e bem-aventurança nos caminhos da Grande Via.

via gene disse...

Olá João Alexandrino!

Obrigada pelo comentário entusiasmado. Invejo esta veia militante que luta motivada para a 'revolução do quarto poder', como vc diz. No meu caso, estou em uma escala de grandeza um pouco menor, com a responsabilidade de divulgar - direito - os assuntos que gosto e, talvez, possa contribuir com uma opinião, mas acho que isso não dá muita revolução...

Incrível mesmo estes espaços para debate que vc comentou haver na sua adolescência. No máximo, temos por aqui um encontro entre pares (e ímpares!) universitários em um ambiente com mais cerveja do que café :), mas as vezes os debates são até interessantes! Mas certamente outras alternativas são desejáveis. Além dos 'homens de ciências', imagino - na minha utopia - um espaço que comtemple a outra metade da humanidade (claro que isso foi uma brincadeirinha infame, nem se ocupe em responder:)).

Um grande abraço e obrigada pela participação e pelo link deste blog no Ciência e Idéias!

ana claudia

Osame Kinouchi disse...

Ana Claudia: pois eh, mas imagino que logo logo a gente enjooa, nao? Em todo caso, um velho amigo meu vai ser o novo colaborador deste blog: Renato Vicente. Assim, fica mais leve, nao? PS: Eu sempre entro no Via Gene pra ver se tem algum blog seu novo... E a Norma Farias, nao tem blog?

via gene disse...

Olá Osame!

Blog dinâmico, com conteúdos atualizados, é uma intenção que me acompanha... mas que não se concretiza... infelizmente... mas ainda não desisti do blog :) obrigada pelas visitas e desculpe pela eventual (ou frequente?!) monotonia. A Norma "bloga" via comentários em outros blogs, mas faz um tempo que não os vejo.

Abraços,

ana claudia

Ronaldo Bahouth Jr disse...

Bom dia doutora, estou com um seminário sobre genética e evolução para ser apresentado em minha faculdade, gostaria de saber sobre os tópicos que poderiam estar sendo abordados para esse tema.

via gene disse...

São inúmeras possibilidades... genética e evolução de invertebrados, genética e evolução de vertebrados, genética e evolução de microorganismos, genética e evolução de plantas, evolução de genomas, evolução molecular, genética e evolução de espécies invasoras, genética e evolução de espécies-praga, genética e evolução humana, genética e evolução de elementos transponíveis, genética e evolução em conservação da biodiversidade, e assim segue infinitamente... tente focar em assuntos que sejam estimulantes para vc. Acabei de ler um artigo de 1 página na revista Nature (vol.439 de 16 de fevereiro, página 803) sobre a evolução de sapos invasores na Austrália (título: "invasion and evolution of speed in toads"), quem sabe vc pode começar por aí? Outro tema estimulante (claro que sou suspeita para falar :)) é a evolução de genomas mitocondriais, envolvendo sua origem endosimbionte, aspectos da diversidade estrutural desta molécula em plantas, animais, fungos e protozoários e sua utilidade em estudos que visam ampliar nossa compreensão sobre as relações filogenéticas entre diferentes grupos de espécies.

Boa sorte,

ana claudia

Osame Kinouchi disse...

Ana Claudia,

O help para construcao de blogroll esta aqui:

http://help.blogger.com/bin/answer.py?answer=110

Abracos.

Luis Brudna disse...

Obrigado pelo comentario no 'Gluon Blog' , aprovei hoje. Meu blog estah com restricoes de comentarios pra evitar spams. ;-)
Ateh