quarta-feira, julho 12, 2006

natureza: a "mãe" nua e crua

O livro infanil "Tem um cabelo na minha terra: uma história de minhoca" de Gary Larson é recomendado para crianças de 4 a 8 anos no site do submarino, mas na realidade é uma leitura sensacional para qualquer idade (eu mesma fui comprar de presente para a filha de um amigo e acabei comprando 2: um para mim! Bem... talvez eu não seja uma boa referência de "adulto"...). O autor Gary Larson (The Far Side) é famoso por seus quadrinhos cômicos retratando temas de biologia e história natural com uma ironia incomum e impregnado de conteúdo científco. Neste livro, a visão romântica da natureza é descaracterizada em prol da realidade desconcertante do mundo biológico, apresentada ao leitor pela perspectiva de uma família de minhocas (!). O livro foi publicado em 1998 (título original: There's a Hair in My Dirt!: A Worm's Story), após a fase Far Side Story, mas a crítica ao naturebismo romântico é atual e bem-humorada. O que inspirou este breve comentário no Via Gene foi um "post" recente do jornalista científico Marcelo Leite (Ciência em Dia) sobre o livro Challenging Nature - The Clash of Science and Spirituality at the New Frontiers of Life de Lee M. Silver que critica essas "...visões embasbacadas sobre uma Mãe Natureza benevolente, Gaia e quejandos." (palavras de M. Leite).
Mais um pouco sobre Gary Larson retirado da Wikipedia:
"One of Larson's more famous cartoons shows two chimpanzees grooming. One finds a human hair on the other and inquires about "doing a little more 'research' with that Jane Goodall tramp?" The Jane Goodall Institute thought this was in bad taste, and had their lawyers draft a letter to Larson and his distribution syndicate, in which they described the cartoon as an "atrocity". They were stymied, however, by Goodall herself, who revealed that she found the cartoon amusing. Since then, all profits from sales of a shirt featuring this cartoon go to the Goodall Institute."
PS - a menção ao site da empresa Submarino não tem nenhuma intenção propagandística, apenas informativa, além disso descobri que o mesmo livro está mais barato no site das Lojas Americanas...
PS2 - acabei de ver (via Google) que já fizeram até adaptações para o teatro desta história de G. Larson, conforme informa o artigo "O papel do teatro na divulgação científica: a experiência da SEARA da Ciência" publicado na edição de dezembro da revista Ciência e Cultura (SBPC) do ano passado (2005).

3 comentários:

Luis Brudna disse...

Tentei achar o cartoon do Gary Larson sobre a Goodall. Nao consegui uma boa versao. Soh tem uma imagem bem pequena da camiseta. :-(
Queria pra por no meu blog do meu site 'Humor na ciência'.
Valeu pela visita no Gluon Blog. ;-)

via gene disse...

Olá Luis!
POis é... uma vez me deparei com um texto do Gary Larson na internet que era um apelo (muito bem escrito!) para que fossem retiradas da internet todas as cópias não-autorizadas dos seus desenhos e tirinhas. Que cada "cartoon" era como se fosse um filho dele e que ninguém gosta de saber que os filhos estão circulando por aí indiscriminadamente e sem a proteção do olhar do pai (ou algo assim, ele realmente passou um texto com muito mais sentimento do que isso que eu escrevi). Depois encontrei vários sites onde os quadrinhos foram retirados e essa tal mensagem estava no lugar. Imagino que o apelo funcionou (pelo menos confere com a sua experiência com o "cartoon" da Goodall e os chimps). Obrigada pelo comentário!
ana claudia

Maria Guimarães disse...

eu já li esse livro e concordo com você - é um barato mesmo. e, se bem me lembro, fala diretamente àqueles que se metem no funcionamento da natureza... na melhor das intenções mas a natureza não liga pra intenções.